O literário na era da percepção distraída: uma resistência à violência da metafísica

Autores

  • Felipe Augusto Witthinrich Lins Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Através do desdobramento da afirmação na qual o filósofo Gianni Vattimoconsidera a noção benjaminiana de percepção distraída uma exemplar condição de possi-bilidade do enfraquecimento da metafísica, pretendo mostrar o modo pelo qual surgem, nointerior desse processo, heterogeneidades singulares irredutíveis, o que permite inferir quea literatura inscreve-se, a partir da era da percepção distraída, em sua irredutibilidade aopensamento violento da metafísica, operando uma efetiva resistência a este sistema.

Biografia do Autor

Felipe Augusto Witthinrich Lins, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui doutorado em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, atuando principalmente nos seguintes temas: desconstrução, literatura, jacques derrida e teoria literária.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Como Citar

LINS, Felipe Augusto Witthinrich. O literário na era da percepção distraída: uma resistência à violência da metafísica. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 11, n. 11, p. 55–68, 2003. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/5220. Acesso em: 27 maio. 2024.

Edição

Seção

Pensamento, imagem