Um bicho da terra, de Agustina Bessa-Luís: multiplicidade, história e sentido do trágico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2022.e87241

Palavras-chave:

Agustina Bessa-Luís, Um bicho da terra, Trágico

Resumo

Em Um bicho da terra, Agustina Bessa-Luís biografa Gabriel-Uriel da Costa ao passo que realiza a analítica da existência histórica, filosófica e psíquica do filósofo português nascido em 1585 e que se suicida em 1640. A autora o entende como marcado pelo “sentido do trágico”, por essa razão, adotamos tal expressão como trajetória exegética a ser percorrida para investigarmos o motivo pelo qual a escritora portuguesa a estabelece como hipótese de leitura do sujeito biografado. Nesse percurso, igualmente, investigamos elementos da poética da autora com base nas discussões sobre o romance como enciclopédia aberta, por conseguinte, sobre a multiplicidade com base nas reflexões de Italo Calvino presentes em Seis propostas para o próximo milênio.

Biografia do Autor

Rodrigo Valverde Denubila, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Adjunto A II vinculado ao Núcleo de Teoria Literária e Literaturas de Língua Portuguesa (NUCLIT) do Instituto de Letras e Linguística (ILEEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Doutor em Estudos Literários pela UNESP-Araraquara/Brasil. Desenvolveu tese sobre a romancista portuguesa Agustina Bessa-Luís investigando o romance como enciclopédia aberta. Na mesma instituição, realizou pesquisa de pós-doutoramento.

Referências

ARENDT, Hannah. Origens do totalitarismo: antissemitismo, imperialismo, totalitarismo. Trad. de Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

BESSA-LUÍS, Agustina. As pessoas felizes. 2. ed. Lisboa: Guimarães, 2006.

BESSA-LUÍS, Agustina. Um bicho da terra. Lisboa: Guimarães, 1984.

CALVINO, Italo. Seis propostas para o próximo milênio. 2. ed. Trad. de Ivo Barroso. São Paulo: Companhia das letras, 1990.

CAMÕES, Luís Vaz. Os Lusíadas. Porto: Porto Editora, 1995.

LESKY, Albin. A tragédia grega. Trad. de J. Guinsburg, Geraldo Gerson de Souza e Alberto Guzik. São Paulo: Perspectiva, 2006.

MARTINS, Oliveira. História de Portugal. 20. ed. Lisboa: Guimarães, 1991.

THIBODEAU, Martin. Hegel e a tragédia grega. Trad. de Agemir Bavaresco e Danilo Vaz-Curado R. M. Costa. São Paulo: É Realizações, 2015.

Downloads

Publicado

2022-12-05

Como Citar

DENUBILA, Rodrigo Valverde. Um bicho da terra, de Agustina Bessa-Luís: multiplicidade, história e sentido do trágico. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 27, p. 01–18, 2022. DOI: 10.5007/2175-7917.2022.e87241. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/87241. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê 100 anos de Agustina Bessa-Luís