Cartografias do feminicídio em Cometerra, de Dolores Reyes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2023.e92432

Biografia do Autor

Anna Carolina Deodato, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Gastronomia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2018) e mestrado em Ciência da Literatura (Literatura Comparada) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2021). Atualmente, cursa licenciatura em Letras – Literatura na Universidade Federal Fluminense e doutorado em Literatura Comparada no Departamento do PPGCL/UFRJ.

Referências

CEPAL. Ao menos 4.473 mulheres foram vítimas de feminicídio na América Latina e no Caribe em 2021. Disponível em: https://www.cepal.org/pt-br/comunicados/cepal-menos-4473-mulheres-foram-vitimas-feminicidio-america-latina-caribe-2021. Acesso em: 07 jan. 2023.

FREUD, Sigmund. O infamiliar. Trad. de Ernani Chaves, Pedro H. Tavares e Romero Freitas. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

REYES, Dolores. Cometerra. Trad. de Elisa Menezes. Belo Horizonte: Moinhos, 2022.

ROMIO, Jackeline Aparecida Ferreira. Sobre o feminicídio, o direito da mulher de nomear suas experiências. Plural – Revista de Ciências Sociais, v. 26, n. 1, p. 79-102, 2019.

RUSSEL, Diana. The origin and importance of the term femicide. 2011. Disponível em: http://www.dianarussell.com/origin_of_femicide.htm. Acesso em: 10 fev. 2021.

Downloads

Publicado

2023-07-04

Como Citar

DEODATO, Anna Carolina. Cartografias do feminicídio em Cometerra, de Dolores Reyes. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 28, p. 01–04, 2023. DOI: 10.5007/2175-7917.2023.e92432. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/92432. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Resenhas