Entre a potência e o poder: Walter Benjamin e Roger Caillois

Susana Scramim

Resumo


A escrita fragmentária empenhada por Benjamim em "Seqüência em Ibiza" e os aforismos do Oráculo Manual y Arte de Prudencia de Gracián  indicam o esboço de uma reflexão sobre o poder na obra de Benjamin a qual se materializará como limiar entre a forma e o informe, entre a autonomia e auto-implicação, entre a obra e a des-obra. Essa reflexão se torna aguda  no impacto provocado em Benjamin pela a leitura  de L´ariditè que Roger Caillois publica juntamente com outros ensaios, em 1938, no Colégio de Sociologia em Paris.


Palavras-chave


Potência; Poder; Walter Benjamin; Roger Caillois

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-784X.2009v9n14p101

Direitos autorais



Boletim de Pesquisa NELIC, ISSNe 1984-784X, Florianópolis, SC, Brasil.

 

CC-by-NC icon