A literatura é um arquivo (Os fantasmas de Link)

Raul Antelo

Resumo


Admitamos que, se a literatura é imune, é porque ela é igualmente autoimune. A literatura é não-literária. Ela é extremamente voraz ou, como diria Link, “la literatura tiene cierta capacidad de incorporarlo todo”. Mas aí se coloca um problema interessante, ao menos para os estudiosos de cinema, aos quais me dirijo, que é a relação entre crítica e montagem.

 


Palavras-chave


Arquivo; Literatura; Daniel Link

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-784X.2010v10n15p34

Direitos autorais



Boletim de Pesquisa NELIC, ISSNe 1984-784X, Florianópolis, SC, Brasil.

 

CC-by-NC icon