A Tarde de um Poeta Dormindo ou Considerações Sobre o Fauno

Tiago Breunig

Resumo


Em “Considerações sobre o poeta dormindo”, em que reivindica a “sombra” do sonho que alega esquecida pelos estudos da psicologia que se ocupa com o sonho, o poeta João Cabral de Melo Neto aborda as relações entre a poesia e o poeta e o sono. João Cabral concebe o “sono como fonte de poema”, o qual se manifesta para o poeta como um estado ausente, emudecido e impotente.


Palavras-chave


João Cabral de Melo Neto; Stéphane Mallarmé; Presentificação; Objetificação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-784X.2011nesp4p94

Direitos autorais



Boletim de Pesquisa NELIC, ISSNe 1984-784X, Florianópolis, SC, Brasil.

 

CC-by-NC icon