José Martí: infancia y duelo

Autores

  • Alejandra Josiowicz Princiton University

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-784X.2011v11n16p93

Palavras-chave:

Luto, José Martí, criança, teleologia

Resumo

Este artigo estuda a figura do luto pela morte da criança, presente na cultura da modernidade do fim do século XIX, na literatura de José Martí e, especificamente, em suas leituras de Ralph Waldo Emerson. O trabalho investiga a figura da criança morta em dois sentidos principais: como uma ferida narcisística na subjetividade do escritor e como uma interrupção da teleologia linear da história. Nesses autores, também investiga a emergência de um horizonte de representações sobre a infância com importantes implicações biopolíticas, estéticas e filosóficas.

Biografia do Autor

Alejandra Josiowicz, Princiton University

Downloads

Publicado

2011-10-06