Poesia de circunstância como prática: Andi Nachon no Rio de Janeiro

Autores

  • Luciana María di Leone Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-784X.2013v13n20p46

Palavras-chave:

Andi Nachon, Poesia contemporânea, Poesia de circunstância, Afeto

Resumo

Este texto propõe-se estudar, tomando como foco as produções poéticas que se articularam em torno da visita da poeta argentina Andi Nachon no Rio de Ja­neiro em 2001, algumas das trocas entre as poesias argentina e brasileira con­temporâneas. Pretendemos mos­trar de que modo o critério de escolhas afetivas associado a uma ideia de poe­sia de cir­cunstância en­tra em jogo tanto na poe­sia de alguns dos poetas que participam dos encontros (princi­palmente na figu­ração das relações do su­jeito com o es­paço) como na articu­lação do campo poético transnacional (termos que, jus­tamente, se colocam em questão) para desestabi­lizá-lo ao propor encontros, atritos, deslocamen­tos, como­ções.

Biografia do Autor

Luciana María di Leone, Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2013-12-16