Notas de uma vida inesquecível: variações

Vinícius Nicastro Honesko

Resumo


O presente ensaio procura pensar algumas relações entre tempo, esquecimento e vida feliz. A partir das leituras do dionisismo empreendidas por Furio Jesi, propõe como o conceito de inesquecível é pressuposto à possibilidade da vida feliz. Analisa como a perda do passado pode ser lida não numa dimensão culposa – de arrependimento pelo não realizado – mas como a dolorosa assunção da potência enquanto característica dos homens (ao menos na tradição em questão). Por fim, pensa a conexão necessária entre ação ético-política e a vida feliz como um modo de suprimir, por meio de um niilismo benjaminiano, a mitologia contemporânea de uma vida plenamente feliz.

 


Palavras-chave


Tempo; Esquecimento; Vida feliz; Inesquecível; Potência

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-784X.2014v14n22p5

Direitos autorais 2015 Boletim de Pesquisa NELIC



Boletim de Pesquisa NELIC, ISSNe 1984-784X, Florianópolis, SC, Brasil.

 

CC-by-NC icon