Percursos, virtualidade e percepções: as possibilidades da imaginação na narrativa de Sergio Chejfec

Autores

  • Mariana Giordano Universidad Nacional de Rosario

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-784X.2015v15n23p199

Palavras-chave:

Chejfec, Narrativa, Percurso

Resumo

A ideia do trabalho é apresentar situações descritas por Sergio Chejfec em dois relatos: “El testigo” e “La experiência dramática”. Ambas narrativas propõem uma maneira de traçar um mapa de um percurso. O foco não está em “escrever a cidade”, mais o que interessa é a forma de nos imaginar nos percursos pela cidade. Como se coloca o narrador ante a história do flâneur benjaminiano-baudeleriano do século XIX, e como e possível retomar essa perspectiva desde o anônimo atual que constitui o homem que passeia pelas grandes megalópoles de hoje. Fechamos o trabalho com reflexões que se encontram num texto que está no blog do escritor “Parábola anterior”, que se chama Lo que viene después, onde propõe possibilidades para a literatura em relação à circulação e criação pela internet.

Biografia do Autor

Mariana Giordano, Universidad Nacional de Rosario

Doctoranda en Humanidades y Artes con mención en Literatura en la Universidad Nacional de Rosario. Es becaria doctoral de CONICET.

Downloads

Publicado

2015-12-18