Arquivos, rastros e história: a presença de Darcy Azambuja na revista Província de São Pedro

Margarete Hülsendeger

Resumo


Os arquivos são um corpo organizado de documentos que mantém relação com uma instituição, resultado de uma atividade profissional ou sendo produzidos ou recebidos por essa mesma instituição, tornando-se documentos conservados. Assim, ao frequentar os arquivos, ao consultar documentos, o historiador se propõe a rastrear o passado, deparando-se, muitas vezes, com regiões silenciosas capazes de levar a outras narrativas históricas que valorizam o não dito. Com base nesses pressupostos, neste artigo, analisa-se a trajetória do escritor e jurista gaúcho Darcy Azambuja como colaborador da revista literária Província de São Pedro, assim como, discute-se a sua presença (ou ausência) na obra A História da Literatura do Rio Grande do Sul (1956), do historiador Guilhermino Cesar. Desse modo, além de recuperar-se um pouco da história da Província de São Pedro, rastreia-se a participação de Azambuja, não só nesta revista, mas também no cenário da história literária rio-grandense.


Palavras-chave


Província de São Pedro; Darcy Azambuja; História da literatura

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-784X.2016v16n25p89

Direitos autorais 2016 Nelic



Boletim de Pesquisa NELIC, ISSNe 1984-784X, Florianópolis, SC, Brasil.

 

CC-by-NC icon