Interação parasito-hospedeiro entre ectoparasitos (Ixodida & Siphonaptera) e gambás Didelphis aurita Wied-Neuwied, 1826 (Mammalia: Didelphimorphia), no continente e em ilhas do litoral de Santa Catarina, Sul do Brasil

Carlos Henrique Salvador de Oliveira, Carlos Carvalho-Pinto, Raimundo Wilson de Carvalho, Maurício E. Graipel, Paulo C. Simões-Lopes

Resumo


Este é o primeiro estudo sobre a interação ecológica entre carrapatos, pulgas e marsupiais do gênero Didelphis e o segundo sobre o tema com mamíferos em Santa Catarina. Foram amostradas populações de Didelphis aurita de três ilhas costeiras e uma no continente. As pulgas Leptopsylla segnis e Xenopsylla cheopis, e os carrapatos Amblyomma cajennense, A. aureolatum e Ixodes loricatus constituem novos registros para o estado, sendo L. segnis novo registro para Didelphis. A riqueza de ectoparasitos variou entre duas espécies na Ilha do Arvoredo (IA) e quatro na Ilha de Santa Catarina. A prevalência de ectoparasitos nos hospedeiros variou entre 14,3 % (IA) e 100% (nas demais populações) e a infestação média, variou entre 0,4 (IA) e 128 (Ilha de Ratones Grande) ectoparasitos por hospedeiro. Apesar da baixa riqueza de ectoparasitos, o grau de infestação em D. aurita foi elevado em relação aos mamíferos brasileiros, não sendo encontrada nenhuma relação com densidade populacional e riqueza da fauna de hospedeiros em potencial. Interpretações mais seguras dependem, por exemplo, do histórico de colonização e extinção da fauna de cada local. Porém, o estudo contribui com novos registros e corrobora a idéia de que a interação ecológica parasito-hospedeiro pode ser ampla e complexa.

Palavras-chave


Biogeografia; Ectoparasito; Grau de infestação; Ilha; Marsupial

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Carlos Henrique Salvador de Oliveira, Carlos Carvalho-Pinto, Raimundo Wilson de Carvalho, Maurício E. Graipel, Paulo C. Simões-Lopes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.