Riqueza de aves em cinco fragmentos de Floresta Atlântica na Zona da Mata Norte de Pernambuco, Brasil.

Gilmar Beserra de Farias, Ângelo Giuseppe Chaves Alves, Ana Carolina Borges Lins e Silva

Resumo


Na Região Nordeste do Brasil, diversos fragmentos relativamente conservados de Mata Atlântica encontram-se em propriedades particulares em áreas pertencentes a usinas de cana-de-açúcar, sobretudo nos Estados de Alagoas e Pernambuco. A Usina São José (USJ), em Igarassu (PE), possui 106 fragmentos de fl orestas que totalizam uma área de 6.660ha. O objetivo deste trabalho foi determinar a riqueza de espécies em cinco fragmentos florestais de propriedade da USJ. Em cinco fragmentos de mata, foram realizadas 77 horas de observação e gravação das vocalizações das aves, utilizando-se, respectivamente, binóculo e gravador equipado com microfone unidirecional. Foram registradas 184 espécies, entre elas, 15 ameaçadas de extinção, como: Cercomacra laeta sabinoi, Pyriglena leuconota pernambucensis e Myrmeciza rufi cauda soror. Algumas espécies observadas e coletadas para esta região na década de 1940 como Ramphastos vitellinus, Pteroglossus aracari e Lipaugus vociferans não foram observadas durante o período de estudo.

Palavras-chave


Aves; Pernambuco; Mata Atlântica; Fragmentação; Cana-de-açúcar; Usina

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Gilmar Beserra de Farias, Ângelo Giuseppe Chaves Alves, Ana Carolina Borges Lins e Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.