Censo e caracterização fenotípica de suínos de grupos genéticos naturalizados brasileiros existentes no Estado da Paraíba.

Aderbal Cavalcante Neto, Ludmila da Paz Gomes da Silva, Maria Norma Ribeiro, Jeffrey Frederico Lui, Julicelly Gomes Barbosa, Silvia Tereza Ribeiro Castro, Gesseraldo José Gico de Souza

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo fazer um censo dos grupos genéticos de suínos nativos remanescentes existentes no Estado da Paraíba. Foram aplicados questionários para a identificação das “raças” através de seus descritores maiores (cor da pelagem, presença de cerdas, tipo de orelha e tipo de perfil). Apenas trinta e nove criatórios continham suínos nativos, totalizando 56 animais, em que o Piau representa 28,57% do total avaliado. Outras “raças” identificadas foram a Mouro (n=8; 14,29%), Baé (n=4; 7,14%) e Canastrão (n=2; 3,57%). O maior número dos animais avaliados (n=26; 46,42%) foi classifi cado como sem “raça” definida (SRD). Isto é indicativo do acelerado processo de diluição genética a que estão submetidos esses animais, fruto dos cruzamentos desordenados entre si e com raças exóticas introduzidas de outros países.

Palavras-chave


Nativo; Conservação; Extinção

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Aderbal Cavalcante Neto, Ludmila da Paz Gomes da Silva, Maria Norma Ribeiro, Jeffrey Frederico Lui, Julicelly Gomes Barbosa, Silvia Tereza Ribeiro Castro, Gesseraldo José Gico de Souza

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.