Reproductive behaviour repertoire of semi-captive lowland tapir Tapirus terrestris (Linnaeus, 1758).

Marcos A. Tortato, Luiz Gustavo R. Oliveira-Santos, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, Luisa Brusius, Maria José Hotzel

Resumo


Comportamento reprodutivo de antas, Tapirus terrestris (Linnaeus, 1758), em semi-cativeiro. O comportamento reprodutivo de cinco machos e duas fêmeas antas (Tapirus terrestris (Linnaeus, 1758) em semi-cativeiro foi investigado ininterruptamente por dois anos. Os animais estavam numa área cercada de 160ha, no Estado de Santa Catarina, sul do Brasil. Os dados foram coletados sempre que um animal exibisse comportamento reprodutivo. Sete comportamentos observados em 11 eventos reprodutivos foram divididos em três categorias: corte, cópula e pós-cópula. As antas apresentaram padrões comportamentais reprodutivos estereotipados. Nenhum tipo de vocalização detectável foi registrado durante o período. A atividade reprodutiva iniciou na segunda metade de julho até a metade de outubro, nos dois anos de observação, sugerindo a existência de uma estação reprodutiva. Além disso, houve dois nascimentos após gestações esperadas de cópulas registradas.

Palavras-chave


Corte; Anta; Flehmen; Cópula; Comportamento reprodutivo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Marcos A. Tortato, Luiz Gustavo R. Oliveira-Santos, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, Luisa Brusius, Maria José Hotzel

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.