Disposição e morfologia externa dos pêlos de uma lontra fêmea da espécie Lutra longicaudis (Olfers, 1818) (Carnivora, Mustelidae).

Maria de Fátima de Souza, Antônio Chaves de Assis Neto, Maria Angelica Miglino, Luciana Relly Bertolini, Carlos Eduardo Ambrósio, Arani Nanci Bonfim Mariana

Resumo


Estudaram-se os pêlos de um espécime de lontra (Lutra longicaudis) observando-se os seguintes parâmetros: tamanho, forma, número, camadas e distribuição dos pêlos na pele, e os aspectos microscópicos da cutícula, córtex e medula do pêlo. Para tanto, retirou-se 1mm2 de pele, com os respectivos pêlos, em 44 pontos, determinados de maneira sistemática, da superfície corpórea. Os pêlos foram contados e, os quais foram medidos sob microscópio estereoscópico e analisados morfologicamente. Os resultados foram registrados através de histogramas, os quais foram comparados com descrições realizadas em outras espécies. Os pêlos de cobertura atingem a altura máxima de 18mm e mínima de 3,5mm, enquanto, os lanosos apresentam altura máxima de 11mm e mínima de 1,5mm. As escamas da cutícula do pêlo de cobertura modificam-se ao longo da haste, de acordo com seu calibre, forma, número e arquitetura. O córtex é espesso na porção onde o pêlo de cobertura toma forma de fuso achatado. O pêlo lanoso é constituído praticamente apenas pelo córtex. Concluiu-se que a lontra possui uma pelagem complexa, diferente de outros mamíferos e que isto se deve principalmente aos seus hábitos semi-aquáticos.

Palavras-chave


Lontra; Pêlos; Morfologia; Lutra longicaudis

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Maria de Fátima de Souza, Antônio Chaves de Assis Neto, Maria Angelica Miglino, Luciana Relly Bertolini, Carlos Eduardo Ambrósio, Arani Nanci Bonfim Mariana

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.