Análise biométrica do intestino do carcará (Polyborus plancus, Miller 1777).

Vanessa Sobue Franzo, Silvana Martinez Baraldi Artoni, Valcinir Aloísio Scalla Vulcani, Alex Sagula, Carime Moraes

Resumo


Foram estudados os parâmetros biométricos do intestino de oito carcarás (Polyborus plancus, Miller 1777), sendo quatro machos e quatro fêmeas de pesos corpóreos e faixas etárias diferentes. As aves foram eutanasiadas, evisceradas, dissecadas e, a seguir os intestinos delgado e grosso foram estendidos em uma superfície plana, medidos com o auxílio de uma fita métrica em escala milimétrica e pesados em balança eletrônica de precisão e a análise estatística utilizada foi o teste de Student com o nível de significância p=0,05. Observou-se nos resultados que o carcará possui duodeno e íleo mais compridos do que a galinha. Conclui-se que o intestino delgado do carcará Polyborus plancus é relativamente extenso, principalmente o duodeno que possui o comprimento semelhante ao do ganso, além disso, essa ave possui cecos vestigiais, o que difere da galinha doméstica.

Palavras-chave


ave, carCará; Polyborus plancus; Intestino; Anatomia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Vanessa Sobue Franzo, Silvana Martinez Baraldi Artoni, Valcinir Aloísio Scalla Vulcani, Alex Sagula, Carime Moraes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.