Análise estrutural das glândulas genitais acessórias da preguiça de coleira (Bradypus torquatus, Illiger, 1811).

Daniele dos Santos Martins, Jussara Rocha Ferreira, Carlos Eduardo Ambrósio, Rose Eli Azarias, Vera Lúcia de Oliveira, Márcia Rita Fernandes Machado, Maria Angélica Miglino

Resumo


Os bichos-preguiça pertencem à classe Mammalia e ordem Xenarthra, apresentando desenhos corporais e hábitos de vida muito peculiares. Uma espécie em particular, a Bradypus torquatus integra a Lista de Animais Ameaçados. Portanto, este trabalho visa contribuir com o estudo da morfologia dos órgãos genitais masculinos da preguiça de coleira, pois não há descrições consistentes no atual estado da ciência que possibilitem conhecer a morfologia e fisiologia destes órgãos. Nesta pesquisa, foram utilizados seis machos de Bradypus torquatus, cedidos para o Laboratório de Anatomia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia/USP, pela Reserva Zoobotânica Matinha, Ilhéus/BA. Nos animais, canulou-se a artéria carótida comum, e o sistema arterial foi lavado com água a 40°C, para posterior injeção de solução aquosa de formaldeído a 10%. Os exemplares foram dissecados para observações macroscópicas e fragmentos de tecidos da vesícula seminal e próstata foram coletados e submetidos à análise em microscopia de luz. A preguiça de coleira apresenta duas glândulas genitais acessórias, a próstata e a vesícula seminal, sendo que através da histologia, a vesícula seminal segue o descrito para mamíferos, enquanto a próstata mostra um aspecto peculiar, dividindo-se em próstata muscular e próstata uretral.

Palavras-chave


Xenarthra; Edentata; Bradypus; Glândulas acessórias; Órgãos genitais masculinos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Daniele dos Santos Martins, Jussara Rocha Ferreira, Carlos Eduardo Ambrósio, Rose Eli Azarias, Vera Lúcia de Oliveira, Márcia Rita Fernandes Machado, Maria Angélica Miglino

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.