Plastic debris ingested by a rough-toothed dolphin, Steno bredanensis, stranded alive in northeastern Brazil.

Ana Carolina Oliveira de Meirelles, Helen Maria Duarte do Rego Barros

Resumo


Ingestão de lixo plástico por um golfinho-de-dentes-rugosos, Steno bredanensis, encalhado vivo no Nordeste do Brasil. Um macho adulto de golfinho de-dentes-rugosos, Steno bredanenis, encalhou vivo na Praia do Poço da Draga, Fortaleza, Ceará, nordeste do Brasil. O animal não conseguia nadar e estava visivelmente desnutrido, e veio a óbito durante o transporte para as instalações de reabilitação da AQUASIS. Durante a necrópsia, dois sacos plásticos e quatro pedaços de esponja do mar foram encontrados no estômago anterior, onde a mucosa continha várias úlceras. A ingestão de lixo plástico por golfinhos não é bem entendida. Eles podem ingeri-lo por engano, já que se assemelha a alguns de seus itens alimentares, ou ingeri-lo junto com uma presa. No Estado do Ceará, a disposição incorreta de resíduos sólidos é uma das maiores ameaças à zona costeira. Medidas urgentes são necessárias para minimizar esta ameaça a fauna marinha costeira, como instrumentos legais, fiscalização e campanhas educacionais.

Palavras-chave


Cetáceos; Golfinho de dentes-rugosos; Lixo plástico; Nordeste do Brasil; Steno bredanensis

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2007 Ana Carolina Oliveira de Meirelles, Helen Maria Duarte do Rego Barros

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.