Análise faunística e flutuação populacional de cigarrinhas (Hemiptera, Cicadellidae) em pomar cítrico no município de Chapecó, Santa Catarina

Angela Camila Orbem Menegatt, Flávio Roberto Mello Garcia, Marcoandre Savaris

Resumo


Visando caracterizar os ecossistemas de pomares cítricos da Região Oeste de Santa Catarina em relação às espécies de Cicadellidae, desenvolveu-se uma análise faunística em Chapecó. Para a caracterização do município foram medidos os índices de abundância, constância, dominância e freqüência das moscas das frutas. O levantamento foi feito utilizando-se armadilhas do tipo bandejas amarelas. Dilobopterus costalimai, Acrogonia citrina e Scopogonalia subolivacea foram as espécies mais abundantes, constantes, freqüentes e dominantes, podendo ser consideradas como predominantes. Dilobopterus costalimai apresentou dois picos populacionais, um em agosto e outro em dezembro e janeiro. Acrogonia citrina apresentou dois picos populacionais, um em agosto e outro em janeiro e fevereiro e Scopogonalia subolivacea apresentou um único pico populacional do mês de dezembro e janeiro.


Palavras-chave


Cigarrinhas; Dinâmica populacional; Ecologia

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n1p53

Direitos autorais 2008 Angela Camila Orbem Menegatt, Flávio Roberto Mello Garcia, Marcoandre Savaris

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.