Segmentação anatomo-cirúrgica arterial do rim de javali (Sus scrofa) adulto

Maria Acelina Martins de Carvalho, Maria Angélica Miglino, Gilberto Valente Machado, Antonio Augusto Nascimento Machado Júnior, Elizângela Falcão Vale, Laurita Martins de Azevedo

Resumo


Objetivou-se analisar 30 pares de rins de javali (Sus scrofa) adultos, obtidos em criatórios do Estado de São Paulo, autorizados pelo IBAMA – Processo 02001.003237/05 visando caracterizar os segmentos anátomo-cirúrgicos da vascularização arterial renal em javalis adultos. Os órgãos foram injetados, pelas artérias renais, com acetato de vinil corado, e em seguida, submetidos ao processo de corrosão ácida. Os moldes vasculares permitiram- nos afirmar que as artérias setoriais, ramos da divisão primária das artérias renais, nos 60 rins pesquisados, aparecem em número de duas (cranial e caudal); as artérias setoriais emitem ramos segmentares que se direcionam dorsal e ventralmente; no rim direito, os ramos segmentares oriundos da artéria setorial cranial aparecem em média de 2 a 6 e da setorial caudal, de 3 a 7. No rim esquerdo, o número de ramos segmentares craniais varia de 3 a 7 e caudais de 2 a 7; a simetria vascular arterial foi observada em 5 (25%) dos 30 pares de rins estudados. Há três segmentos anatomo-cirúrgico arteriais, tanto no rim direito quanto no esquerdo. Com base na distribuição das artérias setoriais e segmentares, é possível a realização de setoriectomias e segmentectomias nos rins do javali, funcionando então como modelo de preservação da espécie e modelo animal experimental.

Palavras-chave


Javali; Artéria; Rim; Segmentos renais; Segmentos anátomo-cirúrgicos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Maria Acelina Martins de Carvalho, Maria Angélica Miglino, Gilberto Valente Machado, Antonio Augusto Nascimento Machado Júnior, Elizângela Falcão Vale, Laurita Martins de Azevedo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.