Chuva de sementes sob Ficus cestrifolia (Moraceae) em áreas com vegetação secundária no Vale do Itajaí, Santa Catarina, Brasil

Carlos Augusto Krieck, Daniela Fink Daniela Fink Daniela Fink, Luiz Guilherme Assunção, Carlos Eduardo Zimmermann

Resumo


Analisou-se a chuva de sementes em áreas com vegetação secundária sob  copas de Ficus cestrifolia. Sob quatro indivíduos de F. cestrifolia, foram instalados cinco coletores de sementes (1m x 1m). A vegetação ao redor das  figueiras se encontrava em estádio inicial de regeneração. Os experi mentos foram realizados entre junho de 2001 e maio de 2002, com coletas quinzenais do material encontradas nos coletores, como fezes, frutos e sementes. Os coletores receberam 3.615 sementes, resultando numa deposição de 180,75 sementes/m2/ ano. A entrada de sementes se concen- trou entre setembro a novembro, com 2.382 sementes (66%) do total  cole- tado, caracterizando uma marcada sazonalidade. Por essa razão, a hipó tese de espécies vegetais funcionando como poleiros parece ser viável para projetos de recuperação de áreas degradadas.


Palavras-chave


Moraceae; Frugivoria; Poleiros naturais; Recuperação; Áreas degradadas

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Carlos Augusto Krieck, Daniela Fink Daniela Fink Daniela Fink, Luiz Guilherme Assunção, Carlos Eduardo Zimmermann

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.