Aspectos biométricos corporais e do intestino delgado da capivara Hydrochoerus hydrochaeris Linnaeus, 1766 (Mammalia, Rodentia, Hydrochaeridae)

Sirlene Souza Rodrigues, Cláudio César Fonseca Cláudio César Fonseca Cláudio César Fonseca, Tarcízio Antônio Rego de Paula, Juliano Vogas Peixoto

Resumo


Foram analisados aspectos biométricos corporais e do intestino delgado da capivara Hydrochoerus hydrochaeris, espécie silvestre que tem despertado interesse econômico na produção de carne e couro. Dados como idade, peso e comprimento corporal, perímetro e altura torácicos foram analisados. Foram encontradas correlações significativas entre a idade e os comprimentos corporais CR e SR ("crown-rump” e “snout-rump”), e entre o peso corporal e os parâmetros comprimento corporal, perímetro torácico e altura torácica, de modo que a idade e o peso corporal poderiam ser estimados a partir de dados biométricos mais aces  síveis, relativos à mensuração corporal. A maioria das correlações foi mais  significativa nos animais machos, em especial, as correlações entre  o peso corporal e os parâmetros comprimento CR, perímetro torácico e altura torácica, assim como a correlação entre comprimento CR e os parâ    metros altura torácica e perímetro torácico, sugerindo a existência de  um possível dimorfismo sexual. Em relação ao intestino delgado foram medi-  dos o comprimento e a capacidade volumétrica totais e dos seus  seg- mentos individuais. A capivara possui intestino delgado relativame-  nte  longo, cerca de cinco vezes maior que o comprimento corporal, e com  capacidade volumétrica relativamente alta, representando 6,7% do peso  corporal.

Palavras-chave


Capivara; Intestino delgado; Anatomia; Biometria; Volumetria

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Sirlene Souza Rodrigues, Cláudio César Fonseca Cláudio César Fonseca Cláudio César Fonseca, Tarcízio Antônio Rego de Paula, Juliano Vogas Peixoto

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.