Eficiência comparada do cultivo da vieira Nodipecten nodosus (Linnaeus, 1758) (Bivalvia: Pectinidae) em diferentes densidades e profundidades

Marcos Caiano Pereira de Albuquerque, Jaime Fernando Ferreira

Resumo


Diferentes métodos de cultivo de pectinídeos são utilizados em diversas partes do mundo com diferentes densidades e profundidades. Estes métodos apresentam diferentes eficiências dependendo do local, da espécie e da fase de cultivo. Com o objetivo de avaliar um sistema de cultivo para juvenis da vieira Nodipecten nodosus comparou-se a sobre vivência e o crescimento destes em duas densidades ( 50 e 100 semen  tes por andar de lanterna) e três profundidades (4, 9 e 14m), avali ando-se os parâmetros físico-químicos e ambientais do local de cultivo. As sementes tinham comprimento inicial de 23,93mm ± 2,39 e, ao final do experimento, a maior média obtida foi de 47,97mm ± 4,54 a 4m de profundidade, em baixa densidade. Após 4 meses de experi mento foi observado que a sobrevivência não diferiu nas densidades e profun didades testadas (P>0,05). Porém, o crescimento final foi significa  tivamente maior a 4m de profundidade, em baixa densidade, quando comparado à profundidade de 14m, em alta densidade. Conclui-se que para juvenis de N. nodosus, o mais indicado é o cultivo próximo da superfície (4m), onde foram encontradas as maiores taxas de Clorofila a, menores taxas de matéria orgânica e crescimento final maior, sendo esta a profundidade operacionalmente mais viável para trabalho durante a etapa de cultivo intermediário.

Palavras-chave


Cultivo de pectinídeos; Densidade de estoque; Profundidade; Sobrevivência; Nodipecten nodosus

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Marcos Caiano Pereira de Albuquerque, Jaime Fernando Ferreira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.