Ocorrência de microhimenópteros parasitóides de Archisepsis scabra (Loew) (Diptera: Sepsidae) sobre fezes bovinas e de búfalos

Carlos H. Marchiori

Resumo


Este estudo teve como objetivo verificar a ocorrência de microhimenó pteros parasitóides de Archisepsis scabra (Loew) (Diptera: Sepsidae) presentes em fezes de bovinos e de búfalos, no Sul do Estado de Goiás, de setembro de 2000 a junho de 2004. As pupas foram isoladas por flutuação e individu alizadas em cápsulas de gelatina até a emergência das moscas domésticas e/ou dos seus parasitóides. Obtiveram-se 169 pupários de A. scabra em fezes bovinas, das quais emergiram dez espécimes do parasitóide Spalangia drosophilae Ashmead (Hymenoptera: Pteromalidae), um espécime de Spalangia nigroaenea Curtis (Hymeno ptera: Pteromalidae) e oito espécimes de Triplasta atrocoxalis (Ashmead) (Hymenoptera: Pteromalidae). A porcentagem de parasitismo foi de 11,2%. As porcentagens de parasitismo apresentadas pelos parasitóides S. drosophilae, S. nigroaenea e T. atrocoxalis foi de 5,9%, 0,6% e 4,7%, respectivamente. Em fezes de búfalos, obtiveram-se 310 pupários A. scabra, das quais emergiram quatro espécimes de Paraga naspis egeria Díaz, Gallardo e Walsh (Hymenoptera: Figitidae), um espécime de S. drosophilae e um espécime de Trichopria sp. (Hymeno ptera: Diapriidae) a porcentagem de parasitismo foi de 1,9%. As porcentagens de parasitismo apresentadas pelos parasitóides P. egeria, S. drosophilae e Trichopria sp. foi de 1,3%, 0,3% e 0,3%, respectivamente.


Palavras-chave


Dípteros; Himenópteros; Parasitismo; Inimigos naturais; Controle biológico

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2006 Carlos H. Marchiori

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.