Ictiofauna do arroio Quarai-Chico, bacia do médio rio Uruguai, no interior do Parque Estadual do Espinilho, Rio Grande do Sul, Brasil

Edward Frederico Castro Pessano, Claudia Lisiane de Oliveira Azevedo, Marcus Vinicius Morini Querol, Enrique Querol, Luciano Gonçalves Brasil, Luis Roberval Bortoluzzi Castro, Thiago Bortoluzzi Pinto, Flavia Vessozi Corrêa

Resumo


Com o objetivo de identificar a composição ictiofaunistica do arroio Quarai-Chico, um afluente do médio rio Uruguai, localizado no Parque Estadual do Espinilho, município da Barra do Quarai, RS, foram realizadas amostragens sazonais no período de um ano, de abril de 1997 a março de 1998. As capturas dos exemplares foram efetuadas mediante a técnica da pesca elétrica. Durante o trabalho, foram capturados 3.564 indivíduos, distribuídos em 37 espécies, 27 gêneros e 14 famílias. A família Characidae apresentou maior representatividade, com 12 espécies capturadas e as famílias Anostomidae, Gymnotidae, Heptapteridae, Pimelodidae, Poecillidae, Synbranchidae e Sternopygidae apresentaram cada uma, apenas uma única espécie capturada. Os resultados obtidos demonstram uma diversidade íctica superior em relação a outros arroios já estudados na região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Palavras-chave


Arroio Quarai–Chico; Ictiofauna; Parque Estadual do Espinilho

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2005 Edward Frederico Castro Pessano, Claudia Lisiane de Oliveira Azevedo, Marcus Vinicius Morini Querol, Enrique Querol, Luciano Gonçalves Brasil, Luis Roberval Bortoluzzi Castro, Thiago Bortoluzzi Pinto, Flavia Vessozi Corrêa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.