Nota sobre a ocorrência de focacaranguejeira, Lobodon carcinophagus (Hombron & Jacquinot, 1842) (Mammalia: Pinnipedia), no estado do Rio de Janeiro, Brasil

Liliane Lodi, Luiz Cláudio Mayerhofer, Samuel Gomes de Farias Júnior, Fábio Soares da Cruz

Resumo


Em 12 de maio de 2003, foi registrada a ocorrência de uma foca-caranguejeira (Lobodon carcinophagus) 3km acima da foz do rio Cação (22º54’S; 43º50’W), sul do Rio de Janeiro. Tratava-se de uma fêmea com 212cm de comprimento total e cerca de 180kg. Uma semana antes da sua ocorrência no Rio de Janeiro (05 de maio), o mesmo exemplar (identificado pelo padrão de cicatrizes paralelas) foi registrado na praia do Costão (24º19’S; 47º00’W), Peruíbe, São Paulo. Dois dias depois, o animal reapareceu na praia da Barra do Sahy (23º47’S; 45º33’W), São Sebastião, São Paulo. Da praia do Costão à praia da Barra do Sahy, o indivíduo deslocouse cerca de 161km e até o seu reaparecimento no rio Cação, houve um deslocamento de aproximadamente 229km. A ocorrência de frentes fria e a predominância de correntes de sul na primeira quinzena de maio podem ter favorecido o deslocamento desse animal para áreas de baixa latitude no sudeste do Brasil. Em 16 de junho de 2003, um macho, medindo cerca de 200cm, foi registrado na praia do Tombo (24º00’S ; 46º18’W), Guarujá (São Paulo). Tratase da segunda ocorrência de L. carcinophagus em São Paulo em 41 dias. Essa nota contribui com informações para o conhecimento da ocorrência ocasional da espécie no Brasil bem como sobre sua dispersão no Atlântico Sul Ocidental.

Palavras-chave


Phocidae; Ocorrência de vagantes; Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2005 Liliane Lodi, Luiz Cláudio Mayerhofer, Samuel Gomes de Farias Júnior, Fábio Soares da Cruz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.