Abundância, frequência e densidade relativa da malacofauna da praia de Arroio Teixeira, Rio Grande do Sul

Guacira Maria Gil, José Willibaldo Thomé

Resumo


Flutuações mensais na abundância, frequência e densidade relativa de quatro espécies de moluscos foram determinadas, durante 12 meses, na praia aresona exposta de Arroio Teixeira, RS. Donax hanleyanus Philippi, 1847, com densidade relativa anual de 64,21% e Mesodesma mactroides Deshayes, 1854, com 32, 95% atingiram 100% de frequência, sendo as espécies com maior densidade relativa anual. Olivancillaria vesica auricularia (Lamarck, 1810) representou 0,24% da totalidade dos indivíduos, com 91,67% de frequência e Buccinanops duartei Klappenbach, 1961, representou 2,60% com 83,33% de frequência.

Palavras-chave


Abundância; Densidade relativa; Moluscos; Praia arenosa exposta

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Direitos autorais 2001 Guacira Maria Gil, José Willibaldo Thomé

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.