Análise faunística e flutuação populacional de cigarrinhas (Hemiptera, Cicadellidae) em pomar cítrico no município de Chapecó, Santa Catarina

Autores

  • Angela Camila Orbem Menegatt UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC
  • Flávio Roberto Mello Garcia UNILASALLE, Setor de Pesquisa, Av. Victor Barreto, 2288, CEP 92010-000, Canoas, RS UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC
  • Marcoandre Savaris UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n1p53

Palavras-chave:

Cigarrinhas, Dinâmica populacional, Ecologia

Resumo

Visando caracterizar os ecossistemas de pomares cítricos da Região Oeste de Santa Catarina em relação às espécies de Cicadellidae, desenvolveu-se uma análise faunística em Chapecó. Para a caracterização do município foram medidos os índices de abundância, constância, dominância e freqüência das moscas das frutas. O levantamento foi feito utilizando-se armadilhas do tipo bandejas amarelas. Dilobopterus costalimai, Acrogonia citrina e Scopogonalia subolivacea foram as espécies mais abundantes, constantes, freqüentes e dominantes, podendo ser consideradas como predominantes. Dilobopterus costalimai apresentou dois picos populacionais, um em agosto e outro em dezembro e janeiro. Acrogonia citrina apresentou dois picos populacionais, um em agosto e outro em janeiro e fevereiro e Scopogonalia subolivacea apresentou um único pico populacional do mês de dezembro e janeiro.

Biografia do Autor

Angela Camila Orbem Menegatt, UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC

UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC

Flávio Roberto Mello Garcia, UNILASALLE, Setor de Pesquisa, Av. Victor Barreto, 2288, CEP 92010-000, Canoas, RS UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC

Possui graduação em Ciências Biológicas (1992), mestrado (1996) e doutorado (2002) em Zoologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Realizou treinamentos no United States Department of Agriculture (USDA) nos Estados Unidos e na ESALQ/USP. Atua como professor universitário desde 1995. Atualmente é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPQ, professor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Professor Permanente do Programa de Pos-graduação em Fitossanidade da UFPel, Pesquisador do Grupo de pesquisa em Biodiversidade de moscas-das-frutas da USP, consultor ad hoc do CNPq, da Fundação de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, de Pernambuco e Santa Catarina, consultor de 29 periódicos nacionais e internacionais, Perito do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados do Ministério Público de Santa Catarina.Tem experiência na área e Ecologia de Insetos no Brasil e em Moçambique. Foi agraciado com os prêmios The Leading Scientists of the World (Cambridge, Inglaterra), American Medal of Honor (EUA), Top 100 Scientists (Cambridge, Inglaterra) e Great Minds of 21st Century (EUA).Certificado pelo autor em 22/09/11

Marcoandre Savaris, UNOCHAPECÓ, Programa de Mestrado em Ciências Ambientais, Laboratório de Entomologia, Caixa Postal 747, Chapecó, SC

Possui graduação em Ciencias Biológicas e Desenvolvimento Regional pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó - UNOCHAPECÓ (2007), especialização em Biologia da Conservação (2009) e mestrado em Agronomia (2010) ambos pela Universidade de Passo Fundo - UPF. Tem experiência na área de Zoologia/Entomologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Tephritidae, biodiversidade, interação inseto-planta, entomologia agrícola, florestal.Certificado pelo autor em 28/06/11

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Artigos