Novas ocorrências e registros notáveis sobre distribuição de aves em Santa Catarina, sul do Brasil

Iury Almeida Accordi, André Barcellos

Resumo


A maior parte dos trabalhos ornitológicos realizados em Santa Catarina se concentra na metade leste do estado, enquanto no centro-oeste praticamente inexistem informações publicadas. Entre março 2000 e maio 2002 foi realizado um inventário da avifauna nas áreas de influência das usinas hidrelétricas de Machadinho e de Barra Grande, ao longo da margem catarinense dos rios Uruguai e Pelotas. Realizaram-se amostragens adlibitum, contagens em pontos de escuta e capturas com redes de neblina. O presente trabalho registrou setenta e dois registros notáveis para o território catarinense, sendo duas novas ocorrências (Cypseloides senex e Procacicus solitarius), três que se baseavam apenas em informações bibliográficas de cunho geral (Amazona pretrei, Ramphastos toco e Capsiempis flaveola), quatro que foram registradas pela primeira vez nos últimos 40 anos (Megascops sanctaecatarinae, Macropsalis forcipata, Phyllomyias virescens e Corytops delalandi) e outras sessenta e três espécies citadas pela primeira vez para o vale do rio Uruguai em sua porção leste.


Palavras-chave


Santa Catarina; Distribuição; Ocorrência; Aves

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n1p85

Direitos autorais 2008 Iury Almeida Accordi, André Barcellos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.