Estrutura populacional de Clusia criuva Cambess. (Clusiaceae) e relação espacial com espécies de bromélias no Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, Florianópolis, SC

Tatiane Beduschi, Tânia Tarabini Castellani

Resumo


A restinga impõe dificuldades ao estabelecimento das plantas. Clusia criuva ocorre neste ambiente, estando presente no Parque Municipal das Dunas da Lagoa da Conceição, Florianópolis, SC, Brasil. Em locais onde os recursos são escassos e as condições abióticas são estressantes, é comum a ocorrência de interações positivas (facilitação) entre plantas. Alguns trabalhos sugerem bromélias como plantas facilitadoras em região de restinga. O presente estudo descreveu a estrutura populacional de C.criuva em dois hábitats de restinga, um de duna interna e outro de baixada seca ou pouco alagada, ambos com vegetação herbácea/subarbustiva. O trabalho avaliou diferenças estruturais das duas populações e se havia relação da ocorrência de C. criuva com espécies de bromélias. O padrão de distribuição se revelou agregado, com densidade baixa. As plantas da área de baixada eram mais jovens, sugerindo uma colonização recente. Na área de duna foi constatada uma relação entre os indivíduos de C. criuva e as bromélias Vriesea friburgensis Mez var. paludosa (L. B.Smith) L. B. Smith. Esta relação não foi encontrada na área de baixada, que apresenta condições mais amenas como maior disponibilidade de água e nutrientes.


Palavras-chave


Dunas; Restinga; Facilitação; Clusia criuva; Vriesea friburgensis.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n2p41

Direitos autorais 2008 Tatiane Beduschi, Tânia Tarabini Castellani

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.