Efeito de reguladores vegetais nos índices da análise de crescimento de plântulas de maracujazeiro-doce (Passifl ora alata Curtis)

Autores

  • Tainara Bortolucci Ferrari Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Gisela Ferreira Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Valdir Zucareli Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Carmen Sílvia Fernandes Boaro Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n3p45

Palavras-chave:

Passiflora sp., Reguladores vegetais, Propagação, Produção de mudas

Resumo

Este trabalho objetivou avaliar os efeitos da mistura GA3 + AIB + cinetina no desenvolvimento de plântulas de Passifl ora alata Curtis empregando-se análise de crescimento. O experimento foi instalado em casa de vegetação, em blocos casualizados, com seis tratamentos, cinco épocas de colheita e quatro repetições. Os tratamentos consistiram na aplicação foliar de giberelina (GA3), auxina (AIB) e citocinina (cinetina) nas concentrações de 0, 25, 50, 75, 100, 125mL.L-1, realizadas aos 48, 55, 62, 69 e 76 dias após a emergência  das plântulas. A primeira avaliação foi realizada aos 55 dias após a emergência e as demais a intervalos de sete dias. Foram determinadas: área foliar e massa da matéria seca de lâminas foliares e total das plântulas para realização da análise de crescimento, a partir da qual, calculou-se: razão de área foliar (RAF), área foliar específica (AFE), taxa assimilatória líquida (TAL) e taxa de crescimento relativo (TCR). Com o uso do programa ANACRES para avaliar a análise de crescimento foi possível verifi car que o produto influenciou na produtividade vegetal.

Biografia do Autor

Tainara Bortolucci Ferrari, Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

possui graduação em Ciências Biológicas (2003), mestrado e doutorado em Ciências Biológicas (Botânica) (2005), realizados na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atua na área de Fisiologia Vegeta e Bioquímical, principalmente nos seguintes temas: propagação, reguladores vegetais, germinação de sementes, metabolismo germinativo, Passifloráceas e Anonáceas.Certificado pelo autor em 26/01/11

Gisela Ferreira, Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Agronomia pela Universidade de Taubaté (1989), mestrado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1996) e doutorado em Agronomia (Horticultura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998). Atualmente é docente do Departamento de Botânica, do Instituto de Biociências, UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, vice-presidente da Associação Brasileira de Produtores de Anonáceas e presidente da Sociedade Internacional de Anonáceas. Tem experiência na área de Fisiologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: reguladores vegetais, germinação, propagação de anonáceas e passifloráceas.Certificado pelo autor em 05/09/11

Valdir Zucareli, Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2004), Mestrado e Doutorado em Ciências Biológicas (Botânica, AC: Fisiologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007 e 2011, respectivamente). Foi Professor na Universidade Estadual de Londrina durante dois anos onde ministrou a disciplina de Fisiologia Vegetal para os cursos de Agronomia, Biologia e Zootecnia. Atualmente é Professor da Universidade Estadual de Maringá, campus avançado de Umuarama - PR, onde ministra as disciplinas de Botânica, Fisiologia Vegetal e Ecofisiologia. Tem experiência na área de Botânica - Fisiologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: Fisiologia da Propagação e do Desenvolvimento Vegetal e Fisiologia do Estresse. É Também, Técnico em Agropecuária pela ETAE Paulo Guerreiro Franco, Vera Cruz-SP (1997).Certificado pelo autor em 04/08/11

Carmen Sílvia Fernandes Boaro, Departamento de Botânica, Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

possui graduação em Ciências Biológicas Bacharelado pelo Instituto Básico de Biologia Médica e Agrícola (1982) , graduação em Ciências Biológicas Licenciatura pelo Instituto Básico de Biologia Médica e Agrícola (1982) , mestrado em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1986) e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1992) . Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Botânica , com ênfase em Fisiologia Vegetal. Atuando principalmente nos seguintes temas: magnésio, Feijoeiro, Macronutrientes, Deficiência. 10/07/11Certificado pelo autor em 10/07/11

Downloads

Publicado

2011-09-09

Edição

Seção

Artigos