Morphological support for the phylogenetic positioning of Pentastomida and related fossils

Autores

  • Waltécio de Oliveira Almeida Programa de Pós-Graduação em Bioprospecção Molecular, Universidade Regional do Cariri, Departamento de Ciências Biológicas
  • Martin Lindsey Christoffersen Departamento de Sistemática e Ecologia, Centro de Ciências Exatas e da Natureza Universidade Federal da Paraíba. Cidade Universitária, CEP 58051-900, João Pessoa – PB, Brazil
  • Dalton de Sousa Amorim Departamento de Biologia, Faculdade de Filosofi a, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo, CEP 14040-901, Ribeirão Preto – SP, Brazil
  • Elaine Christine Costa Eloy Departamento de Sistemática e Ecologia, Centro de Ciências Exatas e da Natureza Universidade Federal da Paraíba. Cidade Universitária, CEP 58051-900, João Pessoa – PB, Brazil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n3p81

Palavras-chave:

Pentastomida, Ecdysozoa, Análise cladística

Resumo

Suporte morfológico para o posicionamento filogenético dos Pentastomida e fósseis relacionados. Pentastomida compreende um táxon de animais parasitas que infestam o trato respiratório de vertebrados. Esses endoparasitas possuem uma mistura de características de anelídeos e artrópodes. Por esse motivo, as relações filogenéticas dos pentastomídeos têm sido controversas nas propostas de filogenia dos Metazoa. Foram selecionados 47 caracteres para a análise dos táxons Annelida, Arthropoda, Kinorhyncha, Loricifera, Nematoda, Nematomorpha, Onychophora, Pentastomida, Priapulida e Tardigrada. As análises com o PAUP resultaram num único cladograma mais curto (comprimento 89, ci 0,78, ri 0,86). Segundo nossa análise, Pentastomida deve constituir um grupo de transição entre os Arthropoda e grupos de Nemathelminthes como Nematoda e Nematomorpha.

Biografia do Autor

Waltécio de Oliveira Almeida, Programa de Pós-Graduação em Bioprospecção Molecular, Universidade Regional do Cariri, Departamento de Ciências Biológicas

Concluiu estágio pós-doutoral (2006) sobre ecologia de endoparasitas pulmonares de vertebrados pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), doutorado (2003), mestrado (1999) e bacharelado (1996) em ciências biológicas (zoologia) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Em sua produção acadêmica destaca-se o clássico artigo sobre a filogenia dos Pentastomida no The Journal of Parasitology (1999), hoje referência internacional em trabalhos e livros acadêmicos que abordem esses animais. Participou do projeto Filogenia dos Metazoa, cujos trabalhos publicados (2000-2003) desafiaram paradigmas da zoologia contemporânea. Foi coordenador do primeiro projeto de infraestrutura da URCA financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico CNPq (2004-2005) e de projetos individuais com fomento da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico FUNCAP (2004-2012). Atualmente é (1) bolsista FUNCAP de produtividade; (2) líder do grupo de pesquisa multidisciplinar e interinstitucional em Biologia Comparada DGP/ CNPq; (3) orientador no Programa de Pós-Graduação em Bioprospecção Molecular/ PPBM na área de Etnozoologia e (4) orientador no Programa de Pós-Graduação em Sistemática e Evolução/ PPGSE-UFRN na área de EvoluçãoCertificado pelo autor em 09/09/11

Martin Lindsey Christoffersen, Departamento de Sistemática e Ecologia, Centro de Ciências Exatas e da Natureza Universidade Federal da Paraíba. Cidade Universitária, CEP 58051-900, João Pessoa – PB, Brazil

Possui graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1976), graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas, 2o grau pela Universidade de São Paulo (1975), graduação em Licenciatura em Ciências, 1o grau pela Universidade de São Paulo (1975), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (1977), doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (1980) e Pós-Doutorado pela Australian Museum, Sydney, Austrália (2005). Atualmente, é Professor Associado Nível 3 da Unversidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Zoologia e Paleontologia, com ênfase em Sistemática (Taxonomia, Filogenia, Biogeografia) dos Grupos Recentes e Fósseis de Invertebrados não-Insetos. Do ponto de vista teórico, trabalha com Teoria Evolutiva e suas aplicações nas áreas sociais e humanidades.Certificado pelo autor em 08/09/11

Dalton de Sousa Amorim, Departamento de Biologia, Faculdade de Filosofi a, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo, CEP 14040-901, Ribeirão Preto – SP, Brazil

Departamento de Biologia, Faculdade de Filosofi a, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Universidade de São Paulo, CEP 14040-901, Ribeirão Preto – SP, Brazil

Elaine Christine Costa Eloy, Departamento de Sistemática e Ecologia, Centro de Ciências Exatas e da Natureza Universidade Federal da Paraíba. Cidade Universitária, CEP 58051-900, João Pessoa – PB, Brazil

Departamento de Sistemática e Ecologia, Centro de Ciências Exatas e da Natureza
Universidade Federal da Paraíba. Cidade Universitária, CEP 58051-900, João Pessoa – PB, Brazil

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Artigos