Densidade e distribuição espacial do caranguejo Ocypode quadrata (Fabricius, 1787) (Crustacea, Ocypodidae) em três praias arenosas do Espírito Santo, Brasil

Ciro Colodetti Vilar de Araujo, Daniel de Melo Rosa, Joelson Musiello Fernandes

Resumo


A densidade relativa (no de tocas/m2) e a distribuição espacial do caranguejo Ocypode quadrata foram avaliadas em três praias arenosas do município de Vila Velha-ES: Itaparica, Itapoã e Praia da Costa. Nas três praias, as amostragens foram conduzidas nos dias 25/05, 13/06, 26/06 e 11/07/2006. Em cada dia, foram distribuídos aleatoriamente por praia, dois transectos de 5m de largura perpendiculares a linha d’água, divididos em retângulos de 2 x 5m, abrangendo toda faixa de areia. Em cada transecto, todas as tocas foram contadas, os diâmetros da abertura foram medidos (mm) e a localização em relação à linha d’água de cada toca foi anotada. A praia de Itaparica apresentou a maior densidade média de tocas (média = 0,33, DP = ± 0,26), seguida pela Praia da Costa (0,16 ± 0,14) e Itapoã (0,08 ± 0,02). Com relação ao diâmetro das tocas, Itaparica e Itapoã possuíram as maiores médias (16,2 ± 8,88; 16,2 ± 8,91, respectivamente) e Praia da Costa a menor (12,6 ± 6,40). A densidade e o diâmetro das tocas diferiram signifi cativamente entre as praias. Foi observado que as tocas de menor diâmetro predominaram nas áreas próximas à linha d’água e as tocas com maiores diâmetros na parte superior da praia. O fluxo de pessoas e a passagem do veículo de limpeza parece influenciarem na densidade e nos padrões de distribuição espacial encontrados para O. quadrata.


Palavras-chave


Impacto antrópico; Vila Velha; Caranguejo-fantasma; Guruçá

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n4p73

Direitos autorais 2008 Ciro Colodetti Vilar de Araujo, Daniel de Melo Rosa, Joelson Musiello Fernandes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.