Efeito da massagem do úbere ao final da ordenha no leite residual e na ocorrência de mastite em vacas leiteiras

Marcela Cristina Agustini Carneiro da Silveira, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, Maria José Hötzel

Resumo


O leite residual (LR) pós-ordenha é um importante fator predisponente de mastite. Neste estudo foi testada a hipótese de que a massagem do úbere ao final da ordenha pode reduzir o LR e a incidência de mastite. Para tanto foram realizados dois experimentos, o experimento 1 foi realizado numa fazenda experimental com 10 vacas (6.200kg/lactação) e o experimento 2 em fazenda comercial com 52 vacas (4.480kg/lactação). Em ambos os experimentos as vacas foram pareadas por número de partos, estágio de lactação e produtividade e aleatoriamente destinadas a um dos tratamentos: com massagem ou sem massagem do úbere, em duas etapas num desenho “cross-over”. A produção de leite individual de cada vaca foi medida. O leite residual foi coletado e medido 2min após aplicação de ocitocina intravenosa. Foi usado o Califórnia Mastite Teste (CMT) para detectar mastite subclínica. Em ambos os experimentos a massagem não teve efeito na produção de leite (experimento 1, p > 0,41, n = 10; e experimento 2, p > 0,46, n = 12), nem no LR (experimento 1, 1,78 ± 0,45kg, n = 10; experimento 2, 2,42 ± 0,32kg, n = 12), e nem na incidência de mastite (experimento 2, qui-quadrado, p > 0,68, n = 26). Concluiu-se que, nas condições do experimento, a massagem no úbere não teve efeito no LR e nem na incidência de mastite.


Palavras-chave


Leite residual; Mastite; Bem-estar; Ordenha; Vaca leiteira

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n1p129

Direitos autorais 2011 Marcela Cristina Agustini Carneiro da Silveira, Luiz Carlos Pinheiro Machado Filho, Maria José Hötzel

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.