Análise macroscópica da região de transição esôfago-gástrica de eqüinos submetidos a diferentes manejos alimentares e atividade física

Priscilla Teixeira de Barros Moraes, Luís Claúdio Lopes Correia da Silva, Pedro Primo Bombonato, Francisco Javier Hernandez Blazquez, Eduardo Maurício Mendes de Lima

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n2p121

Estudou-se a região de transição esôfago-gástrica dos eqüinos, pois diversos fatores distintos podem causar lesões nessa região ou, ainda, na região aglandular do estômago destes animais. O objetivo deste trabalho foi verificar se diferentes tipos de manejo físico e alimentar determinam alterações na estrutura macroscópica da região de transição esôfago-gástrica de eqüinos. Foram utilizados 15 conjuntos, compreendendo a região de transição esôfago-gástrica de eqüinos adultos, com raça, sexo e idade não identificados, divididos em três grupos de acordo com a dieta e atividade física desenvolvida: Grupo I, cinco conjuntos de eqüinos em treinamento intensivo e alimentados à base de concentrado, principalmente; Grupo II, cinco conjuntos de eqüinos que não desempenhavam atividade física intensa e eram alimentados à base de concentrado, principalmente; e o Grupo III, com cinco conjuntos de eqüinos mantidos a pasto, que não desempenhavam atividade física intensa. Os resultados mostraram que a coloração da mucosa variou entre os grupos, bem como a espessura da parede da região de transição. Verificou-se a presença de úlceras gástricas em todos os grupos estudados; no entanto, a maior incidência foi identificada na transição esôfago-gástrica dos eqüinos do Grupo II. Concluiu-se que não foi possível efetuar nenhuma correlação entre a dieta e atividade física com as alterações macroscópicas, ou seja, a presença de úlceras na parede da região de transição esôfago-gástrica dos eqüinos avaliados.


Palavras-chave


Transição esôfago-gástrica; Exercício físico; Dieta; Eqüinos; Úlcera gástrica

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n2p121

Direitos autorais 2011 Priscilla Teixeira de Barros Moraes, Luís Claúdio Lopes Correia da Silva, Pedro Primo Bombonato, Francisco Javier Hernandez Blazquez, Eduardo Maurício Mendes de Lima

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.