Registro recente, redução de distribuição e atuais ameaças ao veado-campeiro Ozotoceros bezoarticus (Mammalia, Cervidae) no Estado de Santa Catarina, Brasil

Marcelo Mazzolli, Rodrigo C. Benedet

Resumo


Os campos naturais localizados na microrregião de Lages são o hábitat natural do veado-campeiro, e a localidade de Coxilha Rica, conhecida por seus campos limpos, o seu maior refúgio no Estado de Santa Catarina. Registros recentes e inéditos de veado-campeiro neste Estado são aqui publicados pela primeira vez, bem como evidências de redução de sua distribuição histórica nesta região. Em um ambiente campestre crescentemente invadido por plantios de espécies exóticas, parcelamento da terra, e queima dos campos, o manejo adequado dos locais onde o veado-campeiro ainda persiste pode ser decisivo para a continuidade de suas populações remanescentes.


Palavras-chave


Campos nativos; Coxilha Rica; Reflorestamento; Veado-campeiro; Ozotoceros bezoarticus

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n2p137

Direitos autorais 2011 Marcelo Mazzolli, Rodrigo C. Benedet

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.