Variação temporal e espacial das características limnológicas de um ecossistema lótico no Cerrado do Mato Grosso

Monica Elisa Bleich, Carlos José da Silva, Amintas Nazareth Rossete

Resumo


O objetivo deste estudo foi caracterizar um córrego na área de Cerrado do Mato Grosso sob aspectos limnológicos durante um ciclo anual e verificar sua relação com o regime hidrológico e alterações antrópicas do sistema terrestre adjacente. Foram selecionados para a realização das coletas dois pontos na área do Parque do Bacaba e dois em área com grande influência antrópica, principalmente atividade pecuária. A coleta de dados foi realizada bimestralmente, no sentido nascente-foz, de setembro de 2001 a agosto de 2002. Verificou-se nas estações de amostragem a temperatura da água, profundidade, transparência da água, oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica, material em suspensão e vazão total. Foram mais evidentes as variações espaciais do que as variações temporais. Ao longo do ano, os valores da transparência, material em suspensão, condutividade elétrica e oxigênio dissolvido apresentaram as maiores variações. No período se seca foram registradas as menores concentrações de oxigênio dissolvido. Entre as estações de amostragem apenas o pH não apresentou diferença significativa, as demais variáveis diferiram significativamente entre pelo menos duas estações de amostragem. Entre o período de seca e o chuvoso apenas a profundidade da coluna d’água e a vazão total diferiram significativamente.


Palavras-chave


Ecossistema lótico; Limnologia; Cerrado; Qualidade da água

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n2p161

Direitos autorais 2011 Monica Elisa Bleich, Carlos José da Silva, Amintas Nazareth Rossete

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.