Qualidade nutricional de rações secas para cães adultos comercializadas em Rio Verde – GO

William Germano Carpim, Maria Cristina de Oliveira

Resumo


Foi avaliada a qualidade nutricional de rações secas para cães adultos e verificou-se se as informações nos rótulos estavam de acordo com a legislação e com as análises laboratoriais e se o consumo sugerido supria as exigências nutricionais de cães adultos. Foram adquiridas e analisadas amostras de 18 rações comerciais, oito do tipo econômico e 10 premium. Quanto à conformidade com o rótulo, somente 12,5 e 10% (umidade), 87,5 e 70% (PB), 25 e 20% (EEHA), 0 e 0% (MM), 12,5 e 40% (Ca) e 0 e 20% (P) das rações econômicas e premium, respectivamente, estavam conformes. Quanto aos níveis de garantia, a maioria das rações apresentou níveis dentro dos limites. O consumo médio diário sugerido de ração premium foi 13,07% menor, os consumos de PB e de P foram 10 e 16,87% maiores e os consumos de Ca e EM foram 16,27 e 11,15% menores comparado com o consumo de ração econômica. Concluiu-se que as rações secas para cães adultos, vendidas em Rio Verde, são de boa qualidade já que atendem os limites exigidos pela legislação, há deficiências na rotulagem em relação aos níveis de garantia e há excesso no fornecimento diário de energia com o uso de rações econômicas.


Palavras-chave


Nutrição animal; Valor nutritivo; Tipo de ração

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n2p181

Direitos autorais 2011 William Germano Carpim, Maria Cristina de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.