Perfil de resistência antimicrobiana de isolados de Escherichia coli obtidos de águas superficiais e subterrâneas, em área de produção de suínos

Autores

  • Roger Neto Schneider
  • André Nadvorny
  • Verônica Schmidt

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n3p11

Palavras-chave:

Água subterrânea, Água superficial, Escherichia coli, Resistência antimicrobiana

Resumo

A utilização de antimicrobianos, de maneira excessiva e indiscriminada na produção animal intensiva, tem desencadeado o aumento no número de microrganismos resistentes, os quais podem ser transportados para ambientes aquáticos. O objetivo do presente estudo foi determinar o perfil de resistência a antimicrobianos de isolados de Escherichia coli obtidos de águas subterrâneas e superficiais em região de produção de suínos. Através do teste de suscetibilidade antimicrobiana foram analisadas 205 linhagens de E. coli. Observou-se, maior índice de resistência ao cefaclor tanto em águas superficiais (51,9%) quanto subterrâneas (62,9%), enquanto todas as amostras foram sensíveis à amicacina. O percentual de amostras multirresistentes foi de 25,96% e 26,73% em águas superficiais e subterrâneas, respectivamente; enquanto 19,23% e 13,86% foram sensíveis a todos os antimicrobianos testados. Determinou-se que o índice de resistência múltipla aos antimicrobianos (MAR) foi de 0,164 para águas superficiais e 0,184 para subterrâneas. Não foram verificadas diferenças significativas no perfil de resistência a antimicrobianos em linhagens de E. coli isoladas em água superficiais e subterrâneas, mas o índice MAR calculado em pontos de água subterrânea podem oferecer risco potencial de transmissão de genes de resistência.

Biografia do Autor

Roger Neto Schneider

Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Faculdade de Medicina Veterinária
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
CEP 91540-000, Porto Alegre – RS, Brasil

André Nadvorny

Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Faculdade de Medicina Veterinária
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
CEP 91540-000, Porto Alegre – RS, Brasil

Verônica Schmidt

Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Faculdade de Medicina Veterinária
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
CEP 91540-000, Porto Alegre – RS, Brasil

Downloads

Publicado

2009-06-20

Edição

Seção

Artigos