Utilização medicinal da secreção (“vacina-do-sapo”) do anfíbio kambô (Phyllomedusa bicolor) (Anura: Hylidae) por população não-indígena em Espigão do Oeste, Rondônia, Brasil

Autores

  • Paulo Sérgio Bernarde
  • Rosimeyri Aparecida Santos

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n3p213

Palavras-chave:

Etnozoologia, Etnofarmacologia, Medicina tradicional, Phyllomedusa bicolor, Zooterapia

Resumo

Anfíbios apresentam substâncias farmacologicamente ativas em sua pele com funções de proteção contra infecções de microorganismos e predadores. Algumas tribos indígenas no Sudoeste da Amazônia utilizam a secreção de Phyllomedusa bicolor para fins medicinais. Apesar de existirem relatos sobre a utilização dessa secreção em comunidades indígenas, praticamente nada existe em literatura sobre a prática em populações não indígenas. O presente estudo tem como objetivo relatar a utilização da “vacina-do-sapo” por populações não-indígenas em Espigão do Oeste (Rondônia). Foram entrevistadas 31 pessoas que receberam aplicações dessa vacina. A utilização da “vacina-do-sapo” em Espigão do Oeste não se trata de um hábito tradicional da região, sendo que o aplicador veio de outra parte da Amazônia. Em geral, as pessoas que utilizaram a vacina são de classe média a alta e apresentam algum nível de escolaridade (ensino fundamental, médio ou superior). Cerca de metade dos entrevistados acharam que as aplicações ajudaram no problema de saúde que as levaram a receber a vacina ou sentiram melhor disposição após o tratamento e fariam novamente as aplicações. A maioria das pessoas não conhece a espécie P. bicolor, da qual são retiradas as secreções para elaboração da vacina. Embora várias pessoas tenham procurado o tratamento achando que a vacina servia para tudo, suas propriedades medicinais ainda se encontram em estudo.

Biografia do Autor

Paulo Sérgio Bernarde

Laboratório de Herpetologia, Centro Multidisciplinar
Campus Floresta, Universidade Federal do Acre – UFAC
CEP 69980-000, Cruzeiro do Sul – AC, Brasil

Rosimeyri Aparecida Santos

Unidade Mista de Saúde Massao Okamoto
CEP 78970-000, São Miguel do Guaporé – RO, Brasil

Downloads

Publicado

2009-06-20

Edição

Seção

Artigos