Emergência e vigor de plântulas de Cedrela fissilis L. em função de diferentes posições de profundidades de semeadura

Sueli da Silva Santos, Mácio Farias de Moura, Roberta Sales Guedes, Edilma Pereira Gonçalves, Edna Ursulino Alves, Paulo Alexandre Fernandes Rodrigues de Melo

Resumo


Cedrela fissilis L. é uma Meliaceae, nativa, popularmente conhecida como cedro e, devido as suas qualidades madeireiras vem sendo progressivamente explorada nos locais de ocorrência até a exaustão, estando listada como espécie ameaçada de extinção, fazendo-se necessário a realização de estudos que auxiliem em sua preservação. Objetivou-se verificar o efeito da posição da semente e da profundidade de semeadura na emergência e no vigor de sementes de C. fissilis. Foi realizado um experimento em delineamento inteiramente ao acaso, em quatro repetições de 25 sementes, com diferentes posições das sementes no substrato areia: I – hilo voltado para baixo (HB) e II – hilo voltado para o lado, formando um ângulo de 90° em relação ao eixo imaginário com o substrato (HL). As profundidades de semeadura testadas foram 0, 1, 2, 3, 4, e 5cm. Avaliaram-se a percentagem de emergência e o índice de velocidade de emergência, o comprimento e massa seca das plântulas normais. A profundidade de semeadura de 2,2 cm na posição do hilo voltado para baixo, proporcionou às plântulas melhor resposta para a porcentagem de emergência (66,18%). A profundidade de 2,17 e a posição do hilo voltado para baixo foram responsáveis pelos maiores índices de velocidade de emergência (0,77). As sementes de C. fissilis devem ser semeadas com o hilo para baixo na profundidade de 2,0cm.


Palavras-chave


Cedro; Emergência; Ornamental; Semente florestal; Vigor

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2009v22n4p45

Direitos autorais 2011 Sueli da Silva Santos, Mácio Farias de Moura, Roberta Sales Guedes, Edilma Pereira Gonçalves, Edna Ursulino Alves, Paulo Alexandre Fernandes Rodrigues de Melo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.