Assembléias de peixes associadas às macrófitas aquáticas em lagos de várzea do baixo rio Solimões

Káren Lorena Lôbo Prado, Carlos Edwar de Carvalho Freitas, Maria Gercília Mota Soares

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a diversidade e a composição das assembléias de peixes associadas a diferentes tipos de bancos de macrófitas aquáticas, em lagos de várzea do rio Solimões. As amostragens foram realizadas, em duas fases do ciclo hidrológico, cheia e seca, em bancos de macrófitas compostos pelo capim flutuante Paspalum repens e em bancos mistos (compostos por associações de espécies flutuantes livres). Foram coletados 1.340 indivíduos pertencentes a 50 espécies de peixes, nos dois períodos e nos dois tipos de bancos estudados. Characiformes foi o grupo dominante em ambos os períodos e tipos de bancos. A riqueza e a diversidade de espécies foram maiores nos bancos compostos pelo capim flutuante P. repens do que nos bancos mistos. Estes resultados corroboram a hipótese de que a diversidade de espécies de peixes destes hábitats está associada à complexidade estrutural formada pelos caules e raízes, mais acentuada nos bancos de P. repens.


Palavras-chave


Amazônia; Assembléia de peixes; Bancos de macrófitas; Ciclo hidrológico

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n1p131

Direitos autorais 2011 Káren Lorena Lôbo Prado, Carlos Edwar de Carvalho Freitas, Maria Gercília Mota Soares

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.