Caracterização populacional de Melocactus zehntneri (Britton & Rose) Luetzelburg (Cactaceae) ocorrente em um inselbergue da Caatinga paraibana

Autores

  • Juliano Ricardo Fabricante EMBRAPA
  • Leonaldo Alves de Andrade EMBRAPA
  • Fábio José Marques EMBRAPA

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n1p61

Palavras-chave:

Coroa-de-frade, Estrutura populacional, Semi árido.

Resumo

Os inselbergues são afloramentos rochosos que se caracterizam por formar ecossistemas isolados, com flora própria e elevado grau de endemismo. Estes são ainda ambientes pouco estudados. O presente trabalho teve como objetivo caracterizar uma população de Melocactus zehntneri (Britton & Rose) Luetzelburg (Cactaceae) ocorrente em um inselbergue no Município de Pocinhos, PB. Em toda a extensão do inselbergue foram alocadas 50 parcelas de 1m2. Os indivíduos amostrados foram classificados segundo seu estádio ontogenético, avaliando-se a densidade, a altura, o diâmetro na secção central, e o número de mortos. Para avaliar o padrão de distribuição espacial da espécie foi calculado o Índice de Dispersão de Morisita (Id) e para verificar a influência de um estádio ontogenético sobre o outro, foi aplicado o coeficiente de correlação linear (ρ). Foram amostrados 869 indivíduos, dos quais 635 eram jovens e 234 adultos. O valor do Id foi de 1,28 indicando que a distribuição populacional apresentou padrão agregado. O valor de ρ = -0,3872 demonstra uma correlação linear negativa entre os estádios ontogenéticos. O acúmulo de sedimento rochoso em alguns pontos do inselbergue constitui os microambientes preferenciais da espécie. A população estudada demonstra estabilidade, com um grande número de indivíduos estoque.

Biografia do Autor

Juliano Ricardo Fabricante, EMBRAPA

Laboratório de Ecologia Vegetal, Universidade Federal da Paraíba
CEP 58397-000, Areia – PB, Brasil

Leonaldo Alves de Andrade, EMBRAPA

Laboratório de Ecologia Vegetal, Universidade Federal da Paraíba
CEP 58397-000, Areia – PB, Brasil

Fábio José Marques, EMBRAPA

Laboratório de Ecologia Vegetal, Universidade Federal da Paraíba
CEP 58397-000, Areia – PB, Brasil

Downloads

Publicado

2010-04-26

Edição

Seção

Artigos