Aspectos reprodutivos e visitantes florais de Duguetia marcgraviana Mart. (Annonaceae) na região sudoeste de Mato Grosso

Autores

  • Celice Alexandre Silva EMBRAPA
  • Angelina Martins Domingues Neta EMBRAPA

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n1p69

Palavras-chave:

Biologia floral, Cantarofilia, Duguetia marcgraviana, Fenologia de floração, Polinização

Resumo

A biologia e os visitantes florais de Duguetia marcgraviana foram estudados em um fragmento florestal do Município de Tangará da Serra – MT. A fenologia de floração foi acompanhada em oito indivíduos adultos e neles foi contado o número de botões florais e de flores abertas. Para o estudo da biologia floral, flores foram marcadas e acompanhadas até a formação de frutos. Na morfometria floral, foram contados e medidos os verticilos protetores e reprodutores. A presença e comportamento dos visitantes foram acompanhados em todo o período de floração da espécie. A espécie apresentou período de floração do tipo anual, entre os meses de junho a outubro. A antese dura dois dias e é caracterizada por uma dicogamia sincronizada. As flores são hermafroditas, protogínicas, apresentam cálice e corola carnosos que formam uma câmara de polinização. Coleópteros do gênero Lobiopa sp., Colopterus sp. (Nitidulidae) e Epitragus sp. (Tenebrionidae), foram considerados os principais visitantes florais da espécie.

Biografia do Autor

Celice Alexandre Silva, EMBRAPA

Universidade Estadual de Mato Grosso, Centro de Pesquisas
Estudos e Desenvolvimento Agro-Ambientais (CPEDA), Campus de Tangará da Serra
Rodovia MT 358, km 7,5, CEP 78300-000, Tangará da Serra – MT, Brasil

Angelina Martins Domingues Neta, EMBRAPA

Universidade Estadual de Mato Grosso, Centro de Pesquisas
Estudos e Desenvolvimento Agro-Ambientais (CPEDA), Campus de Tangará da Serra
Rodovia MT 358, km 7,5, CEP 78300-000, Tangará da Serra – MT, Brasil

Downloads

Publicado

2010-04-26

Edição

Seção

Artigos