Nidificação da andorinha azul-e-branca (Pygochelidon cyanoleuca) em ambiente urbano do Sudeste do Brasil

Zélia da Paz Pereira, Celine Melo

Resumo


Pygochelidon cyanoleuca é uma espécie comum, porém pouco se conhece sobre sua biologia e história de vida no ambiente urbano do Sudeste do Brasil. O objetivo deste estudo foi acompanhar a reprodução da espécie neste ambiente. Foi investigado o número total de ninhos, pico de nidificação, local de construção, forma, composição e padrão de distribuição dos ninhos, sucesso e as possíveis causas de insucesso reprodutivo. O estudo foi realizado entre julho e dezembro de 2007, no saguão da biblioteca da Universidade Federal de Uberlândia, em Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Os ninhos foram rastreados em canaletas de fiação elétrica e luminárias no teto do saguão. Foram encontrados 33 ninhos, sendo 31 ativos.  Dois picos de nidificação foram observados (agosto e novembro). A maioria dos ninhos teve forma de plataforma. O padrão de distribuição foi do tipo agregada. Houve sucesso em 19,4% dos ninhos. As causas de insucesso foram predação e inviabilidade de ovos. Pygochelidon cyanoleuca foi razoavelmente bem sucedida e conseguiu se aproveitar da estrutura do teto da biblioteca para construir seus ninhos. No entanto, a elevada freqüência de ovos inviáveis ressalta a necessidade de estudos sobre os potenciais efeitos da urbanização em aves e outros organismos no Cerrado e outras regiões brasileiras.


Palavras-chave


Distribuição agregada; Ovos inviáveis; Sucesso reprodutivo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n3p117

Direitos autorais 2010 Zélia da Paz Pereira, Celine Melo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.