Reprodução da exótica rã-touro Lithobates catesbeianus (Shaw, 1802) (Amphibia, Anura, Ranidae) em riachos de Mata Atlântica no estado de Minas Gerais, Brasil

Lilian Gomes Afonso, Rodolfo Carvalho, Fernando Morais dos Santos, Ana Carolina Ballesteros Coelho, André Lincoln Barroso de Magalhães

Resumo


A reprodução da exótica rã-touro Lithobates catesbeianus foi estudada bimestralmente de janeiro a dezembro de 2005 e 2006 analisando-se girinos, imagos e vocalização de adultos em três riachos localizados no município de Vieiras, estado de Minas Gerais, Brasil. Os girinos foram classificados nas fases de desenvolvimento G1 (sem patas), G2 (com patas traseiras), G3 (com patas dianteiras e traseiras), I (imago) e calcularam-se suas frequências absoluta e relativa por bimestre e por riacho. Os resultados mostraram que nos bimestres mais quentes houve maior proporção de girinos G1, G2 e G3 nos riachos Santo Antônio e Chato e G1, G3 e I no riacho Gavião. Girinos nas fases G1 e G2 predominaram nos bimestres mais frios em todos os locais. Vocalizações de machos juntamente com maiores médias de temperatura da água e pluviometria foram registradas nos 3 riachos durante os bimestres mais quentes. Medidas devem ser adotadas para acabar com os animais introduzidos e evitar novas re-introduções na região, tais como: (1) cercar os recintos onde adultos se localizam; (2) colocar telas protetoras nos canos efluentes que liberam água dos tanques diretamente nos riachos, (3) promover esclarecimentos para as pessoas que trabalham nas pisciculturas ornamentais sobre a problemática das invasões biológicas.


Palavras-chave


Brasil; Invasões biológicas; Lithobates catesbeianus; Rã-touro; Reprodução

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2010v23n3p85

Direitos autorais 2010 Lilian Gomes Afonso, Rodolfo Carvalho, Fernando Morais dos Santos, Ana Carolina Ballesteros Coelho, André Lincoln Barroso de Magalhães

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.