Fenologia e sobrevivência de três populações de Samambaias em remanescente de Floresta Atlântica Nordestina, Paraíba, Brasil.

Rafael de Paiva Farias, Sergio Romero da Silva Xavier

Resumo


Visando contribuir para a conservação e o preenchimento da lacuna acerca do conhecimento ecológico das plantas vasculares sem sementes no Brasil, apresenta-se resultado da análise da fenologia e sobrevivência de três populações de samambaias (Acrostichum danaeifolium Langsd. & Fisch., Lygodium volubile Sw. e Thelypteris serrata (Cav.) Alston) ocorrentes em remanescente de Floresta Atlântica no estado da Paraíba durante os períodos seco e chuvoso. Para tanto, dez indivíduos de cada população foram marcados e acompanhados em campo durante 12 meses, registrando dados fenológicos e de herbivoria, relacionando-os com dados climatológicos dos períodos. A taxa de sobrevivência e as causas mais comuns que ocasionaram as mortes dos indivíduos também foram registradas nesta amostra. Verificou-se que a produção de frondes estéreis nas populações estudadas teve ocorrência em ambas as estações sazonais, sendo esta significativamente maior durante o período chuvoso em L. volubile. Apenas A. danaeifolium produziu frondes férteis, não apresentando diferença significativa quanto à intensidade entre as estações. A senescência foliar ocorreu de forma contínua e não apresentou diferença significativa nas populações de A. danaeifolium e T. serrata, diferentemente de L. volubile em que esta fenofase ocorreu apenas na estação chuvosa. As frondes de A. danaeifolium são atacadas continuamente por herbívoros, enquanto que em L. volubile às frondes são atacadas apenas na estação chuvosa. A menor exclusão amostral de indivíduos neste estudo ocorreu para A. danaeifolium (20%), sendo a maior registrada para T. serrata (40%). O ressecamento e os acidentes naturais são as principais causas que ocasionaram as mortes dos indivíduos neste estudo (cerca de 90%).


Palavras-chave


Acrostichum danaeifolium; Frondes; Lygodium volubile; Senescência; Thelypteris serrata

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n2p13

Direitos autorais 2011 Rafael de Paiva Farias, Sergio Romero da Silva Xavier

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.