Topografia do cone medular do cachorro-do-mato-de-orelhas-pequenas (Atelocynus microtis Sclater, 1882): relato de caso

Kylma Lorena Saldanha, Ana Rita Lima, Érika Branco

Resumo


A anestesia epidural é uma das técnicas anestésicas mais utilizadas devido à boa margem de segurança, eficiência e rapidez na aplicação. Decorrente de sua importância faz-se necessário ter conhecimento preciso da topografia do cone medular das espécies. Portanto, este trabalho teve como objetivo descrever a topografia do cone medular do cachorro-do-mato-de-orelhas-pequenas (Atelocynus microtis), com o propósito de fornecer dados anatômicos úteis para a prática de anestesias epidurais. Foi utilizado um exemplar jovem, macho, após morte natural, proveniente da Área de Mina Bauxita de Paragominas-PA, o qual foi fixado e armazenado em solução aquosa de formaldeído a 10%. O animal Foi dissecado mediante afastamento da pele e da musculatura epiaxial, procedendo-se a secção e remoção dos arcos vertebrais favorecendo a visualização da medula espinhal. O Atelocynus microtis apresentou sete vértebras lombares e três sacrais. Após a individualização das estruturas anatômicas de interesse, foram tomadas as mensurações do cone medular com o auxílio de paquímetro. A intumescência lombar localizou-se entre as vértebras L3 e L6, o cone medular foi observado em nível da sétima vértebra lombar (L7) e seu ápice na terceira vértebra sacral (S3) totalizando um comprimento de 3,9 cm acompanhado pela cauda equina. Assim, sugerimos a região sacrocaudal como o local mais apropriado para realização de anestesia epidural no Atelocynus microtis.


Palavras-chave


Cachorro-do-mato-de-orelhas-pequenas; Cone medular; Topografia vértebro-medular.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n4p135

Direitos autorais 2011 Kylma Lorena Saldanha, Ana Rita Lima, Érika Branco

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.