Dieta de Leptodactylus latrans (Steffen, 1815) na Serra do Sudeste, Rio Grande do Sul, Brasil

Daiane Maria Melo Pazinato, Adriane de Oliveira Trindade, Stefan Vilges de Oliveira, Lize Helena Capellarri

Resumo


Esse trabalho descreve a dieta de Leptodactylus latrans baseado no conteúdo estomacal de 37 espécimes procedentes do município de Caçapava do Sul, RS, tendo como objetivo analisar qualitativa e quantitativamente essa dieta. As amostras foram coletadas no período de janeiro de 2007 a fevereiro de 2008. A composição da dieta foi analisada sob estereomicroscópio e identificada até o nível de ordem, estando composta por 17 categorias de presas. Coleoptera e Aranae foram os itens mais frequentes com 55% e 22,5% respectivamente. Volumetricamente os itens mais importantes foram Crustacea, Decapoda (15,5%) e Amphibia (13,59%).

 


Palavras-chave


Amphibia; Dieta; Leptodactylus latrans; Rio Grande do Sul

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7925.2011v24n4p147

Direitos autorais 2011 Daiane Maria Melo Pazinato, Adriane de Oliveira Trindade, Stefan Vilges de Oliveira, Lize Helena Capellarri

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Biotemas. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 2175-7925

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado conforme Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.